Governo quer obrigar partidos a punir quem votar contra Temer.

Brasília- DF- Brasil- 24/03/2015- Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC). Deputados (E) Alessandro Molon (PT-RJ) e Laerte (PR-DF) discutem durante audiência pública para debater a PEC nº 171/93, que trata da imputabilidade penal do menor. Foto: Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados

Em uma operação conjunta da base do governo Michel Temer, o PMDB, PP e PR, três dos maiores partidos da Câmara, vão tentar aprovar uma medida que pode obrigar seus deputados a votarem contra a denuncia contra o peemedebista.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, as três legendas marcaram reuniões para esta quarta-feira (12) para definir o que eles chamaram de fechamento da questão a favor de Temer, que obrigaria que todos os parlamentares da Casa a acompanhar a orientação de voto do partido. Aqueles que contrariassem a legenda, de acordo com a proposta, poderiam sofrer punições que chegam à expulsão.

O PMDB, PP e PR juntos somam 148 deputados. Para que a denúncia seja rejeitada, e a abertura do projeto no Supremo Tribunal Federal seja impedida, Temer precisa do apoio de 172 parlamentares

A operação foi coordenada pelos líderes da base governista, que querem garantir a permanência de Temer à frente da República.

Categorias: BRASIL

Deixe uma resposta